banner

"Morto" aparece no meio do próprio velório provocando muita correria

Gilberto conseguiu provar que estava mais vivo do que nunca (foto/reprodução:TV Subaé)SubaéUm caso "pra de lá" de inusitado transformou a rotina dos moradores de Alagoinhas no inicio dessa semana. Uma família e os amigos choravam a morte de um homem quando, de repente, descobrem que o morto estava vivo. Calma. O falecido não ressuscitou, não. Simplesmente, ele não havia morrido. Ainda continua sem entender?

É que já no final do velório chegou aquele que todos pensavam estar ali no caixão. Gilberto Araújo, de 41 anos, "o morto", estava mais vivo do que nunca. Diante da presença do lavrador, as pessoas, estarrecidas, começaram a correr de um lado para o outro. Umas chegaram até desmaiar. Outras gritavam. Achando se tratar de um fantasma.

Alguns minutos se passaram até que os ânimos se acalmassem e Gilberto conseguisse provar que ele estava ali em "carne e osso". No entanto, não foi uma tarefa nada fácil. As semelhanças físicas entre o lavrador e o morto eram muito grandes. Tanto que conseguiram confundir os familiares no último domingo, quando eles foram ao Departamento de Polícia Técnica fazer o reconhecimento do corpo.

Comente (0)

500 caracteres restantes

Cancel or

 Diário Bahia Rua A, n.56 - Lot. Ruffo Cunha - Centro - Itabuna - Bahia - Tel:3613-3040 - redacao@diariobahia.com.br logo-solta-horizontal